FUPAC UBÁ
ACESSE TAMBÉM
PARCEIROS FUPAC
COMO INGRESSAR
Fupac promove I Fórum de Análises Clínicas

Aconteceu na Faculdade Presidente Antônio Carlos de Ubá (Fupac) nos dias 21 e 22 de junho o I Fórum de Análises Clínicas, realizado pela coordenação de Farmácia e convidados atuantes na área.

Um dos organizadores, Jayme Rosignolli Junior, contou que a ideia surgiu a partir da necessidade que foi percebida de passar para os alunos do curso, assuntos relacionados a análises, que, até então, eram meio que deixados de lado “A proposta é despertar interesse primeiramente, porque antes o interesse era só voltado para a área de Farmácia. Os alunos estavam sentindo falta do tema porque não tínhamos muitos professores especializados na área, e, com a minha chegada, acredito que tenha despertado em alguns alunos a vontade de certo aprofundamento na temática. Eu sempre trabalhei dentro da área de Farmácia Clínica e tínhamos alunos que já exerciam a profissão antes de se formar, então acredito sim que a iniciativa vá sim trazer o ampliamento de horizontes” comemorou.

Luiz Gustavo de Oliveira, também organizador do feito, explicou que o curso já tem em relação a outras faculdades maior abordagem com os alunos na parte extracurricular. Na Fupac há eventos tradicionais do curso de desenvolvimento de fármaco, alimentos, cosmético e sobre empreendedorismo, e, a semana acadêmica - que é mais voltada pra a área de atuação do farmacêutico “Há abertura nesses eventos para discussão de temas como farmácia, drogaria, farmácia clínica, por exemplo, e daí alguns alunos começaram a sentir falta dessa parte de análises clínicas. Por isso surgiu essa ideia, e agora pretendemos estender a todo o segundo semestre do curso. E claro, pretendemos seguir com o projeto: esse foi apenas o primeiro de muitos, se Deus quiser” contou.

Andre José de Araújo, que ministrou a palestra a sobre nova normatização, dosagem e interpretação do perfil lipídico adotado atualmente no Brasil, ressaltou que antigamente, existia um padrão mais genérico, e, uma nova normatização (aprovada no Brasil no final de 2016) veio padronizar o que fora do país - principalmente na Europa, e países como Estados Unidos e Canadá - já era utilizado há alguns anos. André explicou que as sociedades nacionais de Cardiologia, Diabetes e outras, acharam necessário a implementação dessa normatização no Brasil “Um dos principais pontos que ela [normatização] toca, e que causa uma certa duvida, é que ela “vem e fala” que não é preciso mais aquele jejum de 12 horas para dosar o Colesterol; veio mesmo quebrar esse tabu [...] claro que a glicose, por exemplo, realmente precisa de 8 horas para ser analisada, salvo haja ressalva do médico, obviamente. Então, isso veio somar e trazer mais qualidade ao paciente porque jejum é desgastante” explicou o profissional.

Jayme contribuiu com a fala do colega lembrando que nem todos os laboratórios se adequaram ainda “[...] é válido compartilhar com a sociedade e com os alunos que, mesmo não formados, são questionados pela família”.

Wagner Fiorino, também palestrou no evento. O profissional tem 14 anos de experiência laboratoral e conta que recebeu um convite para ministrar a aula sobre sua trajetória dentro da profissão “Pensando nesse convite da faculdade, eu quis instigar algum interesse nos alunos. Então juntei um pouco de minha experiência e da realidade laboratorial que estamos vivenciando atualmente, e com isso, resolvi falar sobre as etapas do processo de um laboratório focando, principalmente, na qualidade de um laboratório” explicou.

A coordenadora do curso de Farmácia da Fupac, Jaciane Coelho Gonçalves, enfatizou que esse interesse de aprofundamento em variados temas dentro da disciplina, é uma coisa que o curso sempre tenta semear nos alunos e nos professores, e dá certo “A gente percebe isso através dos alunos que vão fazer estágio. Tivemos alunos que hoje são muito bem sucedidos na profissão, então, frequentemente há busca por parte de laboratórios por nossos alunos porque o profissional que estamos lançando no mercado, é de qualidade. Estamos abrindo portas e isso nos deixa muito felizes, além de nos levar a buscar constantemente trazer para nossos acadêmicos essa pretensão de se tornarem grandes líderes de laboratórios, não somente profissionais como uma máquina automática: mais sensibilidade, para que possam também crescer como empreendedores dentro de uma outra empresa levando-a a crescer sempre mais e com mais qualidade” ressaltou.

O palestrante André José de Araújo, se disse grato com o convite e satisfeito com a ideia “Gostaria de reforçar que essa iniciativa do curso de Farmácia da Fupac é muito louvável, porque realmente, a gente precisa cada vez mais difundir o tema “análises clínicas”, e semear nos estudantes essa necessidade de formar bons profissionais porque infelizmente, o mercado, de certa forma, está carente de bons profissionais; então fiquei muito feliz com o convite, e sou grande incentivador. Todos os envolvidos estão de parabéns: tanto coordenação como professores” concluiu.

André José de Araújo abriu os trabalhos e ministrou a primeira palestra trazendo aos alunos temas como nova normatização, dosagem e interpretação do perfil lipídico adotado atualmente no Brasil.

7

Luiz Gustavo de Oliveira encerrou o evento com a palestra entitulada "O papel do Farmacêutico na Força Aérea Brasileira (FAB)".
 




• Sobre a unipac
• Missão e valores
• Estrutura
• Secretaria

• Obtenção de nova graduação
• Transferência
• Vestibular



• Graduação






Rua Lincoln Rodrigues Costa, Nº 165
Ubá, MG - CEP 36.500-000
Telefone (32) 3531-5580
© Copyright 2011 - Universidade FUPAC - Todos os direitos reservados. Produzido pela Multiplicação Digital